Barco-casa: novo projeto

Estou fazendo um projeto dentro do meu sistema de apadrinhamento, um catamaran a motor para passeios e festas. A ideia de ser um catamaran veio do padrinho, mas se trata de uma escolha natural para as dimensões propostas (8 metros), ja que proporciona mais velocidade com menor potencia de motor, e mais economia. Estabilidade e baixo calado são pontos fortes, e o desenho visa aproveitar ao máximo a área útil da plataforma do catamaran. Veja alguns esboços abaixo.

perfil2

O catamaran proposto pode ser facilmente modificado para vários objetivos, como barco casa, restaurante ou bar flutuante, barco de transporte de passageiros, entre outros. Os cascos são estreitos para aumentar a economia, velocidade, e também para melhorar a penetração em ondas, o que reduz a tendencia de caturrar em mar agitado.

A medida em que o projeto avance, vou postar mais novidades. Se você tiver interesse, entre em contato para saber mais ou deixe seu comentário abaixo.

Barco Casa

Veja nas fotos abaixo uma idéia para um barco-casa de 6,4m. Poderia ser facilmente contruído com compensado de virolinha, com longarinas quadradas de madeira. Por ter somente peças planas cou pouca curvatura, seria barato e fácil de fazer, com excelente aproveitamento do compensado.

 

Ofereceria o conforto de um trailer grande, com um grande sofá na popa que poderia ser convertido numa cama king size, dois beliches superpostos na cabine, banheiro fechado e uma cozinha espaçosa. O casco seria inspirado na chalana, de fundo chato, com acesso pela proa. Bastaria encostar o barco na margem e se poderia desembarcar diretamente na praia sem molhar os pés!

Quero muito desenvolver este projeto. Se você gostaria de apadrinhá-lo, envie uma mensagem pela página de contato!

PP 135 – novas fotos

Estas sao as fotos mais recentes do prototipo do PP 135. Aguardem mais novidades!

Projeto de barco-casa

Recebi alguns contatos interessados em barco-casa. Em geral são de fundo chato para navegar em rios e lagos.  Oferecem espaço, facilidade
Leia o resto deste post

PP 135: novidades

O Pequeno Príncipe 135 está em fase final de construção. Por isso, estou aproveitando as experiências do protótipo para refinar e  simplificar o processo de montagem.

Em breve aqueles que adquiriram a primeira versão do projeto receberão arquivos atualizados de construção. Se você já está construindo o seu, envie fotos e mais informações sobre como está se saindo, todas estas informações vão ajudar futuros construtores.

A partir do próximo mês, vamos detalhar a construção de mastro, velas e ferragens, além da pintura e acabamento. Por enquanto, veja como ele está ficando…

Bolina basculante lateral

Canoa de Tolda - Rio São Francisco Baixo São Francisco

Canoa de Tolda – Rio São Francisco. Bolina visível, inspiração holandesa evidente

Na tentativa de simplificar ainda mais o PP 135, estou estudando a idéia de bolinas laterais. Comum em barcos holandeses do século XIX, e presente, por exemplo, nas canoas de tolda do rio São Francisco. Bolinas laterais tem duas grandes vantagens: maior profundidade da bolina que fica a sotavento, portanto mais eficiente, e a ausência de caixa de bolina na cabine (espaço mais bem aproveitado na cabine, e mais segurança, pois o rasgo da bolina enfraquece o casco).

Desvantagens existem, a maior delas é a interferência entre os fluxos de água que passam pela bolina e pela linha d´água. Entretanto, o aumento de resistência é mínimo para um veleiro pequeno de cruzeiro. Outra desvantagem seria o trabalho de fazer duas bolinas, entretanto, acho que ainda é mais fácil fazer duas bolinas do que construir uma caixa de bolina segura, com cabos para levantar a bolina passando por dentro da cabine.

Abaixo coloquei uma foto de um veleiro projetado por Phil Bolger, com uma versão modernizada da bolina lateral.

veleiro projetado por Jim Michalak com bolina lateral basculante

veleiro projetado por Jim Michalak com bolina lateral basculante

O projeto da bolina lateral estará disponível para quem adquiriu o projeto do PP 135, e espero poder construi-la para testar no protótipo. Se você acha interessante esta idéia, comente!

PP 135 – últimas novidades

O Pequeno Príncipe 135 está de vento em popa. Manoel está terminando o cockpit e a cabine, e em breve vai fechar a cabine. Durante este processo, fizemos várias melhorias no projeto do PP 135, reduzindo o número de peças, reforçando o casco, e introduzindo algumas novidades, que apresentamos nas fotos abaixo:

Costurando o casco, parte 2

Hoje fechamos o casco do PP 135, terminando a maior parte da costura. Ainda é preciso fazer ajustes na proa, pois é o local onde as chapas de compensado são mais tensionadas, e as braçadeiras de plástico não dão conta, vai ser preciso usar sargentos para manter as peças no lugar.

Em cerca de 5 horas é possível fazer toda a costura do espelho de popa e das laterais. A sequencia ideal de montagem é essa:

  1. fixar as peças intermediárias ao fundo, a partir do meio do barco
  2. costurar toda a extensão da emenda, com cavilhas a cada 2 costuras, para alinhar a chapa (ver fotos)
  3. costurar o espelho de popa
  4. costurar as laterais, da popa a proa, deixando as costuras da proa mais folgadas
  5. fixar a antepara de proa e principal no lugar, com costuras folgadas
  6. costurar a roda de proa, de cima para baixo
  7. se as braçadeiras não aguentarem, use arame de cobre ou sargento para forçar o compensado a encaixar no lugar
  8. aperte as costuras de toda a proa, gradualmente

Veja abaixo a costura do casco:

PP 135 – costurando o casco

O casco do protótipo do PP 135 começa a ganhar forma. Ontem Manuel iniciou a montagem do fundo e placas intermediárias. A costura é feita com auxílio de braçadeiras de plástico e cavilhas. As fotos abaixo foram feitas na tarde do dia 7 de agosto. O casco já começa a tomar forma!

Novos projetos em andamento

interior do Open 30, acomodações mínimas para um veleiro rápido e robusto

interior do Open 30, acomodações mínimas para um veleiro rápido e robusto

Com o projeto PP 135 já à venda e com um protótipo em construção, além de diversos outros barcos em diferentes etapas, estou finalizando a preparação de arquivos para disponbilizar mais 2 projetos no site http://www.projetosdeveleiros.com.br, em breve.

O primeiro é uma lancha projetada para pesca submarina, mas que pode ser utilizada para pesca, e com uma cabine removível se transforma numa lancha de passeio com uma cabine em que duas pessoas podem dormir confortavelmente.

Em breve o plano de estudos deste barco vai estar disponível para download.

O segundo projeto é um veleiro de 30 pés, em aço ou compensado naval, com desenho moderno, voltado para o público que gosta de regatas. Com apenas 3900kg de deslocamento, desenho simlar aos Class 40, e acomodações mínimas (beliches tubulares para até 6, banheiro fechado, navstation, e uma cozinha mínima), é um veleiro rápido e estável (quilha de bulbo retrátil),  e fácil de construir (considerando as dimensões e o material). Muitos podem perguntar para que construir um veleiro cruiser/racer em aço, já que seria mais leve se feito de madeira ou fibra ( construção sanduíche). Mas de todos os materiais, para um veleiro nesta faixa de tamanho, o aço é o que oferece mais rapidez na construção, menor custo, e maior resistência do casco.

Se você quer saber mais sobre estes e outros projetos, entre em contato.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 401 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: