Curso de laminação em fibra/epóxi

logotipo de Gustavo Dantas: Yacht Design - projetos de veleiros que você pode construir em casa

Se você já fez o meu curso básico de construção stitch-and-glue, ou deseja aprender especificamente a arte da laminação em fibra de vidro, eu e  Jonas Quint, da Jonas Crafts,  estamos organizando um curso de laminação em fibra de vidro. O curso terá carga horária total de 14 horas, com aulas teóricas e práticas, abordando diversos aspectos da laminação em fibra de vidro e resina epóxi, sobre madeira e laminados de fibra/poliéster.  Acontecerá em São José (cidade vizinha a Florianópolis), dias 2 e 3 de dezembro, das 10:00h às 19:00h.

Para fazer sua inscrição, preencha o formulário aqui e aguarde email com instruções e mais informações.

A parte teórica incluirá os diversos tipos de materiais e processos de laminação, suas aplicações e características, bem como os substratos e processos mais utilizados na construção naval (laminação manual, vacuum-bagging, infusão a vácuo, laminação sobre madeira, reparos em cascos de GRP) e uma análise comparativa dos principais métodos e processos.

As aulas práticas, sob comando de Jonas Quint, terão como objetivo capacitar o aluno a realizar a laminação de fibra-epóxi em termos práticos, desde a preparação do substrato, preparação das resinas, adição de cargas e aditivos, aplicação, preparação para acabamento final, etc. Será feita a laminação de um casco de uma canoa canadense de 5m, para que os participantes possam aprender o conteúdo em um caso real. Além disso, serão feitas laminações em corpos de prova de outros materiais, para que os participantes percebam a diferença no processo de laminação de diversos substratos, como isopor e fibra de vidro. Se você tem interesse em fazer este curso, entre no site http://www.projetosdeveleiros.com.br/cursos e preencha o formulário ao final da página. As vagas são limitadas, e a taxa de inscrição é de R$600,00 (inclui apostila e certificado).

O curso não requer conhecimentos ou experiência, e é voltado para amadores que querem construir seus barcos e pranchas, assim como profissionais que pretendem aprimorar seus conhecimentos e técnicas de trabalho com compósitos, desde a manutenção de cascos de fibra de vidro até a construção de cascos em madeira-epóxi (ply-glass, strip-planking, entre outras).

Dúvidas: (48) 999 969 195 (WhatsApp)

Projetos de alunos

Os cursos de construção de barcos em Stitch-and-glue está formando uma nova geração de construtores de barcos, que estão realizando seus sonhos e colocando a  mão na massa. Vejam abaixo alguns dos barcos que estão sendo construídos:

Curso de construção de barcos no canal IPA Dive

O casal Adriana e João Pedro Costa (visitem IPA Dive no Facebook) participou do curso de construção de barcos de São Paulo. Lá, conhecemos a incrível história deste casal que investiu tudo no sonho de morar num veleiro (um MJ que está em construção, e em breve estará pronto). Toda a aventura está no canal deles, em diversos episódios, e um destes foi dedicado ao curso que fizeram, parte de seu treinamento para uma maior autonomia e independência no mar (algo muito importante quando se tem problemas em locais remotos). Assistam o vídeo e compartilhem!

Ao casal muito sucesso e felicidade! E obrigado!

Projeto Rio 3.3

O curso de construção de barcos vai ter uma novidade. Estou desenvolvendo um projeto novo para apresentar no curso de Niterói, e que em breve estará disponível para compra também (mas os inscritos no curso recebem o projeto sem custo nenhum). O Rio 3.3, como estou denominando-o por enquanto, é um dingue de 3,3m de comprimento, cerca de 1,2m de boca, com fundo em V e espelho de proa. Visualmente lembra o famoso Mirror Dinghy, um barco muito popular na Inglaterra, onde tem sua classe de regatas e uma flotilha numerosa.

Com suas dimensões, ele permite que dois adultos velejem com segurança. á muitas possibilidades de plano vélico, mas provavelmente o plano padrão vai incluir uma vela grande e uma buja. Possivelmente uma armação Sliding Gunter, que usa uma verga (como uma carangueja), só que quase vertical, então na prática a vela é uma Marconi. A vantagem é que o mastro fica curto, embora a vela montada seja alta. Desmontadas, as peças da armação são do tamanho do casco, e podem ser facilmente acomodadas junto com ele no teto de um carro ou numa carretinha. Outra opção que será incluída no projeto é a possibilidade de desmontagem. Na construção, você poderá decidir por fazer o casco em duas peças que podem ser parafusadas. Assim, é possível guardar o casco em pé na sua garagem.

O projeto está quase pronto, mas até lá apresento alguns esboços com a concepção geral do barco.

Estabilidade: aprofundando alguns conceitos básicos

Quando o assunto é vela, estabilidade é um conceito muito utilizado. A noção mais comum é de que estabilidade nunca é demais. Quanto mais estabilidade, melhor. Será? Os veleiros mais marinheiros são os mais estáveis? Um catamarã é mais estável do que um monocasco? O que é estabilidade, afinal?

Estabilidade (vamos falar aqui de estabilidade transversal) é a tendência que um casco tem de se manter na posição vertical ou de retornar a ela quando alguma força produz um adernamento do casco. Em veleiros, Leia o resto deste post

GP 28 – O Jipe do Mar

Recentemente desenvolvi um projeto de uma lancha para pesca artesanal. Associamos a pesca artesanal, normalmente, àqueles pesados barcos de madeira maciça, construídos em estaleiros tradicionais. São barcos caros, já que a madeira de lei está cada vez mais cara (e quando não está, é quase certo que tenha sido extraída ilegalmente). Apesar de toda a admiração e respeito que tenho a carpintaria  naval tradicional, este tipo de construção não é ideal para barcos pequenos. Resulta em muito peso e em geral pouca eficiência. Estruturalmente, peso demais também é um problema, especialmente se o dimensionamento das estruturas não for bem feito (infelizmente, em geral, não é). Barcos assim costumam fazer água o tempo todo, exigem permanente manutenção e são lentos.

Quando comparamos a nossa pesca artesanal com, por exemplo, a pesca artesanal de lagostas da costa do Maine, nos Eua, percebemos a diferença. Lá eles usam os já lendários Lobster Boats, barcos com casco de semi-planeio (o que quer que isso signifique, :)), são rápidos e eficientes. Artesanal é Leia o resto deste post

Sonhar, construir, velejar!

“De um lado a amplidão, as ondas, os ventos e os relâmpagos, as tempestades; do outro, um homem. De um lado o mar, do outro uma mente humana; de um lado o infinito, do outro, um átomo.”

Victor Hugo – Trabalhadores do Mar

Não sei de onde vem o fascínio do mar. A praia é apenas um porto. A vontade mesmo é navegar rumo ao horizonte sem fim. Ao leme, fazemos parte de uma antiga sociedade secreta, que compartilha os mesmos saberes há mais de 5 mil anos. No mar a tecnologia não tem valor algum se não estiver lastreada pelo conhecimento tradicional da navegação. Talvez isso, talvez o isolamento, talvez o silêncio. A vista de terras novas após uma travessia, talvez a relação única com a natureza. Um barco sempre foi mais que um meio para um fim. Mas também não é um mero objeto de desejo como um carro.

O fato é que mais e mais pessoas estão perdendo o medo e Leia o resto deste post

Novos cursos de construção de barcos

Pessoal: atenção para os novos cursos de construção de barcos que estamos organizando para este ano:

  • Curitiba – curso de stitch-and-glue na Chácara Flor e Ser, dias 20 e 21 de maio, mais informações aqui e na nossa página no Face.
  • Niterói – curso em Niterói, na segunda quinzena de julho. Será um curso mais longo, onde será construído um dingue de 3m para motor, remo e vela.
  • Florianópolis – ainda no primeiro semestre vamos tentar organizar um novo curso em Floripa. Se você tem interesse, entre em contato o quanto antes.
  • Porto Alegre – no segundo semestre, em data a definir. Caso tenha interesse deixe seu contato no formulário do site Projetos de Veleiros (aqui).

O curso de Curitiba em breve terá inscrições abertas, você pode conhecer o programa e fazer sua pré-inscrição na página de cursos do site Projetos de Veleiros.

analisando o projeto

Criando uma cultura de construção de barcos no Brasil

Conversando recentemente com Ricardo Lancelotti sobre construção de barcos e outros assuntos, passamos obrigatoriamente pelo tema da cultura de autoconstrução no Brasil, ou na falta dela, e seus motivos. Viemos de uma cultura escravocrata que despreza o trabalho manual, visto como indigno, e por outro, de uma legislação que deriva desta mesma cultura, onde toda iniciativa de autoconstrução é desprezada por meio de uma burocracia que na prática proíbe a iniciativa e a criatividade dos construtores artesanais. Um dos participantes do curso de São Paulo deu um depoimento perfeito: “no Brasil, se você construir um avião, pega 5 anos de cadeia. Se construir um carro, não tem como licenciar. Só sobraram os barcos.”

Então o que você está esperando? Há projetos, cursos, e materiais de custo bem acessível para você construir seu barco hoje. Com as modernas resinas epóxi, que tem um custo bastante acessível, e compensados navais,é possível construir veleiros, canoas, caiaques, SUPs, lanchas, trawlers, catamarans, trimarans, houseboats, de praticamente qualquer tamanho, desde um bote de 2m, feito com duas chapas de compensado, até barcos de 50 pés, usando a técnica Stitch-and-Glue.

Começa agora a temporada de construção de barcos, vamos lá! Deixe seu comentário e compartilhe seu sonho de construir um barco.

Curso de Construção de barcos – São Paulo

Em Março teremos um novo curso de construção de barcos usando o método Stitch-and-glue. Será São Paulo (capital), nos dias 25 e 26 de março (sábado e domingo). O curso terá um total de 19 horas, onde os participantes vão aprender as principais técnicas para construir barcos usando o método “costure-e-cole”, um método que hoje é considerado a maneira mais rápida, barata e ecológica de construir barcos, e é ideal para o amador que não tem experiência com a marcenaria naval tradicional.

Na página de Cursos do site http://www.projetosdeveleiros.com.br você poderá fazer sua pré-inscrição. As vagas são limitadas então não deixe para amanhã, Se você  fez sua pré-inscrição até o dia 5/03, recebeu um email solicitando confirmação de seu interesse no curso. Estes terão prioridade nas vagas. Caso a demanda seja superior as vagas do curso, estudaremos a possibilidade de um novo curso em data próxima.

Aguardamos seu contato!

%d blogueiros gostam disto: